Nasceu o PyTche

O encontro

Dia 13/Dez/2012, na sala do Bunker260, onde se encontra o grupo Matehackers, um pessoal da atual lista de discução Grupy-RS se encontrou para organizar encontros de Dojo. O Felipe Cifali organizou o encontro e consegui um bom número de pessoas até.

O que aconteceu lá ?

O nascimento do grupo

O novo grupo PyTche nasceu ! Este grupo é um grupo de estudo de Python e Dojo. Os encontros vão aconter semanalmente, nas terças e quintas intercaladamente.

O legal deste grupo inicial é que são pessoas de diversos segmentos de mercado, uns programam já, em java, em C, em Python, outros não programam python e querem aprender a linguagem, outros fazem mineração de dados com ETL, etc… Isto faz com que o grupo junte uma grande gama de conhecimento muito favorável a todos, onde cada um traz sua experiência e seu conhecimento para compartilhar com todos.

Primeira reunião do PyTchê

Algo interessante que todos comentaram foi que iniciaram no Python por terem percebido a facilidade de fazer as coisas com esta linguagem, e gostaram da organização e tal. Isto só comprova que o Python foi pensado mesmo para os programadores!

Agora é aproveitar bem as reuniões, aprender e ensinar, compartilhar informações e experiências profissionais, programar, programar e programar.

Fique ligado no site do grupo, na lista de discussões e no nosso repositório de códigos:

Git e Liberações

Volta e meia precisamos separar os arquivos que foram alterados em uma lista de commits…

Para isto eu criei um pequeno script que faz isto, lista os arquivos de N commits do git, copia-os para uma pasta separada e gera um arquivo com a lista dos commits atingidos.

É um script muito simples, mas que vai me ajudar muito.

Link: http://bit.ly/Uiyj3d

Woof + Localtunnel

Uma dica bem interessante para quem precisa volta e meia compartilhar alguma porta web do seu computador local pela rede e internet.

Assim, digamos que você está fazendo um site em Flask ou Django por exemplo, que fica localmente exporto na porte 5000 ou 8000 geralmente, então você quer que seu amigo, lá da casa dele possa dar uma olhada. Como faz ? Sobe ele para uma hospedagem paga ? Sobe ele para um Heroku da vida ? Trabalheira heim … com o Localtunnel você faz isto muito facilmente. O que ocorre é que ele cria uma url não muito amigável, mas fácil de lembrar até, e esta url aponta para seu micro na porta que você indicou, ou seja, seu amigo acessando a url vai estar acessando o seu aplicativo.

basta um simples comando:

$ localtunnel 5000

Blz !

Agora, o woof é um script em python que facilita muito quem quer rapidamente compartilhar via web, na rede interna, um arquivo ou diretório, ou até mesmo receber um arquivo de alguem. Com o woof você não precisa de servidor web, de samba, de libs, de nada.. apenas Python. Por isto a facilidade ! Claro, ele não é um servidor web para produção obviamente.

Para compartilhar um endereço para upload:

$ python woof.py -U

Para compartilhar um arquivo para downoad:

$ python woof.py [-i <ip_addr>] [-p <port>] [-c <count>] <file>

Agora, imagina você utilizando o woof junto com o localtunnel ? Legal não, você tem a facilidade toda do woof na web mundial ! Uhu !

Fonts:

woof : http://www.home.unix-ag.org/simon/woof.html
l
ocaltunnel: http://progrium.com/localtunnel/

PyCursos

Pessoal, esqueci de comentar com vocês, leitores deste blog, que estão rolando muitos cursos legais, online e baratos de Python no PyCursos ! Entre eles o curso de Flask, que eu mesmo leciono.

Aproveitem já ! Mas se perderam a turma de agora, não se preocupem, mais turmas irão abrir !

http://pycursos.com/flask